Clique na foto para ampliar Aldo Baldin
Tenor

Aldo Baldin nasceu em 01/01/1945, em Urussanga/SC.

Estudou canto com Heloisa Nemoto Vergara e violoncelo com Jean-Jacques Pagnot na Escola Superior de Música da UFRGS em Porto Alegre.

Já em 1965 cantou árias de ópera com a OSPA, sob a regência de Jean-Jacques Pagnot. Seguiu seus estudos na UFRJ do Rio de Janeiro com Roberto Miranda e Eliane Sampaio.

Como bolsista do DAAD, estudou em Frankfurt a.M., na Alemanha, com o Prof. Martin Gründler.

Aperfeiçoou-se em canto com Maria Kallay, Conchita Badia, Noemie Perugia, Floriana Cavalli, Romeo Gazani e Margarethe von Winterfeldt.

Contratado como tenor lírico pela Ópera da Renânia Palatina de Kaiserslautern, pelo Teatro Nacional de Mannheim e pela Ópera Alemã (Deutsche Oper) de Berlim. Atuou como convidado especial em várias casas de ópera na Europa e na América do Sul, como Scala de Milão, Teatro Colón de Buenos Aires, Teatro Municipal do Rio de Janeiro e São Paulo e no Teatro Liceo de Barcelona. Renomado intérprete também de Lied e Oratório.

Gravou mais de 100 discos com obras desses dois ramos musicais e também ópera. Vencedor de vários concursos e de várias condecorações, culminando com o "Grammy" em 1981.

Lecionou canto em Blumenau/SC, e na Faculdade de Música de Mannheim, Alemanha. Foi professor catedrático na Faculadade de Música de Karlsruhe, na Alemanha e deu cursos de "Masterclass" em inúmeros países.

A sua intensa e incansável busca por uma melhor técnica de canto e sua sede de transmitir aos jovens cantores os resultados de suas pesquisas eram insaciáveis e, por consequência, muitos de seus ex-alunos são hoje renomados cantores, como o tenor Fernando Portari no Brasil e o alemão Roberto Saccà.

Aldo Baldin faleceu em 05.01.1994.