Ângelo Crivelaro
Regente, compositor e organista

Nasceu em Tombolo, na Itália, em 03 de maio de 1891, vindo a falecer em Porto Alegre, em 17 de agosto de 1957.

Iniciou seus estudos de música em sua cidade natal e depois em Pádua, onde obteve o título de professor de piano, órgão, harmônio, contraponto e fuga.

Entre seus diversos trabalhos destacam-se, ainda, os realizados em O Trovador, A Flauta Mágica, Tanhauser, Rigoletto, Fidélio e Lo Schiavo.

Exerceu o cargo de organista da Catedral Metropolitana até a data de seu falecimento.

Foi o criador, também, do Liceu Musical Palestina, entidade responsável pela formação de grande número de músicos no Estado.

Foi autor da música da ópera FANCIULLA DELLA SELVA, com libreto de Amedo Mancini, concluída em 1936 e que foi encenada no Theatro São Pedro em 04/11/1939 com o seguinte elenco: Gabriela Trindade (Sop), Luis Valdemar Blanck (Ten), Renaud Jung (Bar), Hugo Langenfeld (B), Elsa Crivelaro (Sop), Alcides Chomelli (Bar), Luci Weidmann (Mezzo).