Clique na foto para ampliar Decápolis de Andrade
Tenor

Nasceu em Porto Alegre, em 24 de outubro de 1943. Fez formação em Canto no Instituto Superior de Arte do Teatro Colón de Buenos Aires, teatro onde depois foi solista por várias temporadas, participando do elenco das óperas Elixir do Amor, Rigoletto, Flauta Mágica e Lucia de Lammermoor.

Em Porto Alegre, com a OSPA, atuou em As Bodas de Fígaro, O Barão Cigano, La Traviata, La Bohème, A Viúva Alegre, Missões, Lo Schiavo, Rigoletto e I Pagliacci. No setor camerístico, Decápolis de Andrade destacou-se em solos da Nona Sinfonia, de Beethoven, Réquiem, de Mozart, Salmos Hungáricos, de Kodaly, Missa em lá bemol maior, de Schubert e o Rei David, de Honneger e Carmina Burana, de Carl Orff.

Decápolis de Andrade participou de inúmeros concertos e recitais em várias cidades do Estado.

Considerado o tenor que mais se apresentou com a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Decápolis foi regido pelos maestros Pablo Komlós, David Machado, Túlio Belardi, Fredi Gerling, Arlindo Teixeira, Alfredo Hülsberg, Nestor Wennholz, Eleazar de Carvalho, Cláudio Ribeiro, Afrânio Lacerda e Manfredo Schmiedt.

É professor de canto do Conservatório Pablo Komlós, da OSPA desde 1984.