Clique na foto para ampliar Marta Grazziotin
Soprano

Natural de Caxias do Sul.

Diplomada no curso superior de piano pelo Instituto de Artes da Universidade de Passo Fundo - UPF, tendo como professora Adelaide Morsch.

Licenciada em educação musical pela UPF.

Iniciou seus estudos de canto (UPF) com a professora Reny Graeff Sudbrack. Foram seus professores de canto: General Dantas Pimentel, o tenor Pedro Paulo Prates, Lídia Belardi e o maestro Túlio Belardi (interpretação). Teve orientação das sopranos Lory Keller e Laura de Souza.

Participou de cursos e masterclass com renomadas cantoras: Rita Contino e Graziela Zographos (Uruguai), Neyde Thomas (Curitiba), Floriana Cavalli (Milão) e Raquel Pierotti (Barcelona).

Atuou em concertos, óperas e oratórios com a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra de Câmara de Porto Alegre, Orquestra SESI-FUNDARTE, Camerata Classe A (Porto Alegre), Trio Montevidéo, Quinteto Sinopus e Quinteto Promenade (Montevidéo).

Óperas em que atuou: La Bohème (Mimi), Cosi Fan Tutti (Fiordiligi), Il Matrimonio Secreto (Carolina) e Um Romance Gaúcho, composta pelo maestro Tasso Bangel.

Participou da montagem da ópera Tudo por Roma como Papa Léo, com o baixo Ernani Haas como Átila. Direção de Dilmar Messias, música do maestro Ronel Alberti da Rosa e texto de Luis Fernando Veríssimo.

Também com a direção de Dilmar Messias, participou com Ernani Haas do espetáculo Musicalíssimo.

Com Ernani Haas e o pianista Eugênio Menegaz, apresentou-se em salas de concertos e teatros da Hungria (Budapeste, Eger e Százhallombatta).

Com o violonista Mário Barros gravou o CD Açude, Cantares e Encontro.